sexta-feira, outubro 04, 2013

NO CENTRO DA CIDADE CINZA


É sexta-feira 
No centro da cidade cinza
E as mudanças de caminho
Me desviam do teu brilho
E de tudo que conheço

No rosto o frio e o vento
Entre os prédios, pequenino
Vejo o quanto tudo é imenso
E tão distante é o recomeço
Que parece-me impossível

Vejo a vida envelhecendo
E o sol não serve abrigo
Entre as torres de cimento
Onde a chuva de outros tempos
Vez ou outra vem comigo

02/12/2005 - Adriano Pacianotto

0 comentários:

counter
counter
 
Copyright 2009 Adriano Pacianotto. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates. WP by Masterplan